Políticas Editoriais

Foco e Escopo

O periódico Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy (ISSN 2526-8910) dá continuidade aos Cadernos de Terapia Ocupacional da UFSCar (ISSN Impresso 0104-4931, ISSN Eletrônico 2238-2860), iniciado em 1990. Desde o volume 25, número 2, de 2017, passou a chamar-se Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy.

Destina-se à divulgação de trabalhos inéditos, oriundos de pesquisas científicas originais no campo da Terapia Ocupacional, em diálogo com as áreas de Saúde, Educação, Cultura e Assistência Social, bem como da Ciência Ocupacional. Enfatiza estudos sobre problemáticas físicas, sensoriais, mentais, psicológicas e/ou sociais relacionadas ao cotidiano e ao fazer humano, articulados à participação, à autonomia e à inserção de sujeitos (individuais e coletivos) na vida social.

A revista aceita trabalhos em português, inglês e espanhol. Dirige-se a pesquisadores, docentes, discentes e profissionais de Terapia Ocupacional e de áreas correlatas, tanto em âmbito nacional quanto internacional.

Seus números são compostos na perspectiva de abranger estudos desenvolvidos em todo o território brasileiro, acrescidos, especialmente nos últimos volumes, de contribuições de autores de outros países. Almeja-se com a edição do periódico o aumento da divulgação da produção científica no país, em um veículo que, ao longo de sua existência, se consolidou como meio para a expansão do conhecimento para a área, assim como para a discussão e circulação dessa produção, nacional e internacionalmente, constituindo-se como uma referência para a atualização acadêmica na área e para a formação de terapeutas ocupacionais.

Os Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy publicam os seguintes tipos de estudo, os quais devem manter vinculação com o escopo da revista.

 

Políticas de Seção

Editorial

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigo Original

Texto resultante de pesquisa, de natureza teórica e/ou empírica, referente a temas de interesse no campo da terapia ocupacional (estruturado preferencialmente em: Introdução, Objetivos, Método, Resultados, Discussão e Conclusão com, no máximo, 10.000 palavras, incluindo referências bibliográficas).

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigo de Revisão e/ou Atualização de Literatura

Contribuição que apresenta a síntese de estudos publicados, referente a determinado período e fontes, acompanhado de análise crítica e/ou descritiva, favorecendo o aprofundamento do conhecimento do tema investigado. A revista prioriza artigos de revisão sistemática (com, no máximo, 8.000 palavras, incluindo referências bibliográficas), pois estes estudos aumentam o caráter científico e as evidências sobre determinado tópico. Nos casos de textos decorrentes de revisão sistemática, o periódico recomenda os critérios adotados pelo PRISMA, disponível em: http://www.prisma-statement.org/PRISMAStatement/Default.aspx

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relato de Experiência ou Estudo de Caso

Material referente a experiências profissionais, relacionadas a indivíduos, grupos e/ou comunidades, decorrentes de intervenções que tragam contribuição para a reflexão sobre a prática em terapia ocupacional. Podem ser apresentados sob a forma de descrição de ações de pesquisa, ensino e serviços (com, no máximo, 5.000 palavras, incluindo referências bibliográficas).

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Comunicação Livre

Texto sucinto relacionado a pesquisas, experiências profissionais, entrevistas realizadas ou a debates temáticos. Publicação de documentos, legislação, traduções, manuais e outros materiais de interesse para a área (com, no máximo, 3.000 palavras, incluindo referências bibliográficas).

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigo de Reflexão ou Ensaio

Texto que expresse ponto de vista acerca de assuntos polêmicos e/ou relevantes, relacionados à teoria e à prática em terapia ocupacional, com reflexões e análises inovadoras (com, no máximo, 5.000 palavras, incluindo referências bibliográficas).

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Mesa Redonda

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Adota-se o processo de revisão por pares double-blind review (anônimo para os revisores e para os autores). Os textos são submetidos on-line e, se de acordo com as normas de publicação, são encaminhados a um dos Editores de Seção para uma avaliação inicial.

Aprecia-se, nesta fase, a pertinência da submissão ao escopo da revista e, dentre outros aspectos formais considerados, destacam-se a relevância e originalidade do tema e a adequação e densidade da abordagem teórico-metodológica utilizada. Apenas textos aprovados nesta etapa serão encaminhados para as próximas etapas de avaliação de mérito. Os textos não aprovados nesta fase serão encaminhados pelos Editores de Seção ao Editor-Chefe para finalização do processo.

Se aprovado na avaliação inicial pelo Editor de Seção, este indicará dois revisores ad hoc, de acordo com a temática da pesquisa, os quais deverão emitir, no prazo de 30 dias, um parecer com a análise do texto e com a indicação de revisão, aceite ou não para publicação, segundo os critérios de relevância do conteúdo, consistência argumentativa, coerência teórica e metodológica, adequação estrutural e contribuições para o avanço do conhecimento na área.

Os textos que entrarem em avaliação por pares, após o processo de revisão, serão encaminhados aos autores com a decisão editorial, indicando revisões requeridas e/ou decisão final de aceite e/ou recusa. No caso de revisões requeridas, os textos serão devolvidos aos autores para adequações e uma nova rodada de avaliação será solicitada aos Editores de Seção e/ou aos revisores ad hoc.

Os Editores-Chefes são os responsáveis pela comunicação com os Editores de Seção e com revisores, quando necessário, cabendo-lhes a decisão final sobre cada texto submetido ao periódico.

Cumprida a etapa de análise pelos revisores ad hoc e Editores de Seção, o Editor-Chefe emitirá o parecer final (no qual o anonimato dos revisores é preservado) e que será expresso da seguinte maneira:

  1. Aceito para Publicação: O trabalho é aceito integralmente para publicação em um dos próximos números do periódico, segundo critério cronológico de conclusão do processo de análise.
  2. Revisões Requeridas: As modificações deverão ser realizadas pelo autor, que receberá o parecer com as referidas recomendações, devolvendo o trabalho reformulado no prazo estipulado e com as alterações realizadas marcadas em cor distinta para conferência. No caso de grande número de alterações solicitadas, o artigo será reencaminhado aos Editores de Seção e/ou revisores ad hoc, após a adequação pelo autor, para nova análise, podendo vir a ser aceito ou recusado.
  3. Recusado: Recusa da publicação, com a devida justificativa dada pelo Editor-Chefe, tomando como referência a análise de cada um dos revisores ad hoc, a qual é repassada aos autores, preservando-se a identidade dos revisores.

Todos os pareceres elaborados serão de conhecimento dos autores, revisores ad hoc e Editores de Seção.

Caso o autor discorde do parecer recebido, poderá solicitar revisão à Editoria da revista, que, caso avalie como cabível a revisão, encaminhará a solicitação aos mesmos revisores e Editores de Seção, ou, a depender do caso, solicitará avaliação de outro revisor ad-hoc.

 

Periodicidade

O periódico tem periodicidade trimestral e prioriza em todas as suas edições a publicação de estudos que dialoguem com o conhecimento em Terapia Ocupacional. Embora o escopo de artigos publicados refira-se, em sua maioria, a pesquisas produzidas em diferentes regiões do Brasil, a formatação e o rigor das produções seguem padrões internacionais. Nesse sentido, acredita-se que essas investigações possam ser divulgadas internacionalmente, contribuindo para o debate de temas de interesse comum na Terapia Ocupacional.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre e imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico/acadêmico ao público proporciona maior democratização do conhecimento. 

 

Ética e Publicação Acadêmica

O periódico prevê procedimentos éticos em todo o seu processo de editoria, da submissão, avaliação à publicação, não sendo admissíveis desvios de conduta acadêmica, quer seja da Equipe Editorial ou de seus Autores.

Todos os Autores, Editores, Editores de Seção e Revisores são estimulados a conhecer e seguir as orientações do Committee on Publication Ethics – COPE (http://publicationethics.org) em todas as etapas do processo de publicação.

Estudos envolvendo experimentos com seres humanos ou animais deverão ser aprovados por um Comitê Institucional de Ética em Pesquisa.

Ensaios clínicos deverão apresentar cadastro no Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos - REBEC (http://www.ensaiosclinicos.gov.br).

O periódico adota o sistema IThenticate para verificação de indícios de plágio nos textos submetidos.

Todos os casos que envolverem suspeitas de má conduta deverão ser investigados pelo periódico sob o mais alto padrão de rigor acadêmico e ético, a fim de que todas as dúvidas sejam dirimidas. Nessa direção, há o compromisso com a publicação de correções, esclarecimentos, retratações, assim como notas de preocupação, se necessário.

Os Autores, ao submeterem textos para avaliação, devem sempre atentar para:

  • Observar os critérios de atribuição de autoria, incluindo somente pesquisadores envolvidos no estudo e não incluindo como coautores nomes que não tenham participado do trabalho;
  • Citar e dar a referência correta de todos os dados e de interpretações de dados de outras publicações;
  • Reportar qualquer conflito de interesse de todos os autores;
  • Informar todas as fontes de financiamento;
  • Submeter para avaliação somente textos inéditos que não tenham sido apresentados a outras publicações, garantido a fidedignidade e autenticidades dos dados;
  • Realizar retratações ou correções de erros, quando necessário.

 Os Revisores, ao receberem um convite para avaliação de qualquer texto, deverão se comprometer a:

  • Recusar o convite caso existam quaisquer conflitos de interesse;
  • Realizar a avaliação eles próprios, observando o mais completo rigor;
  • Aceitar convites somente quando estejam capazes de realizar a avaliação dentro do prazo estipulado;
  • Informar sobre uma possível referência relevante publicada e que não foi citada no texto;
  • Manter sigilo absoluto sobre os textos revisados, não discuti-los com colegas e nem usar informações em seu benefício, até a publicação do artigo.

 Os Editores devem sempre:

  • Zelar pela garantia de uma avaliação por pares, parametrizada pela isenção e imparcialidade conformadas academicamente;
  • Garantir o anonimato de Revisores e Editores de Seção frente aos Autores;
  • Avaliar e investigar todos os casos e suspeitas de má conduta e falta de atitude ética;
  • Impedir que interesses financeiros possam comprometer os padrões éticos da publicação;
  • Zelar para que não haja plágio e para que não ocorra a publicação de dados e resultados fraudulentos.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração.