“Eu nem sabia que podia entrar aqui”: promoção de cidadania cultural como experiência de ressignificação de identidade de jovens em conflito com a lei/“I didn’t know I could get in here”: cultural citizenship promotion as identity meaning experience of

Monica Villaça Gonçalves

Resumo


Este artigo tem como objetivo refletir sobre o uso da arte e da cultura como instrumentos da terapia ocupacional na promoção de cidadania e acesso aos direitos culturais e sociais de jovens em situação de vulnerabilidade social. Para tal, utiliza como metodologia o relato de experiência de uma ação envolvendo uma atividade relacionada ao campo da arte/cultura em uma unidade de cumprimento de medida socioeducativa de internação masculina. A experiência envolveu uma oficina de teatro, na qual os jovens participavam de todo o processo de construção das atividades, e uma visita a um grande teatro da cidade, em que foi garantido o direito à fruição estética. Observa-se que, ao garantir o direito à cultura, tanto na perspectiva de ator/produtor quanto de espectador, conseguimos ressignificar a identidade do jovem violento, em conflito com a lei, passando para o jovem cidadão, protagonista e sujeito de direitos, criando novas possibilidades de existir, estar e pertencer aos diferentes territórios que perpassam sua vida.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4322/0104-4931.ctoRE0664

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br