Metodologias de intervenção do terapeuta ocupacional em contexto escolar com crianças com Necessidades Educativas Especiais em Portugal/Occupational therapists intervention methodologies in schools with children with Special Educational Needs in Portugal

Andreia Sofia Nabiço Maia, Maria Raquel Rodrigues Santana, Susana Cristina Costa Pestana

Resumo


Introdução: Os alunos com Necessidades Educativas Especiais devem ser inseridos em turmas regulares, recebendo todos os serviços educativos adequados que possibilitem o desenvolvimento de competências e capacidades dos mesmos. O sucesso da inclusão escolar depende da parceria entre os vários profissionais a intervir em contexto escolar. A importância do terapeuta ocupacional inserido numa equipe em contexto escolar já é reconhecida e valorizada pela comunidade, e é alvo de muitos estudos. Objetivo: Identificar as metodologias de intervenção utilizadas pelos terapeutas ocupacionais em Portugal, em contexto escolar, com crianças com Necessidades Educativas Especiais, de forma a aferir as metodologias mais comuns, bem como os aspectos relevantes que fazem parte do processo terapêutico. Método: Trata-se de uma investigação de caráter não experimental com base descritiva e transversal. Inicialmente, foi elaborado um questionário semiestruturado, de natureza quantitativa, que foi ministrado aos terapeutas ocupacionais que trabalham ou tenham trabalhado havia menos de três anos em contexto escolar. Resultados: A amostra é composta por 40 terapeutas ocupacionais, 37 são do sexo feminino e três são do sexo masculino. A maioria dos indivíduos (77,5%) trabalha atualmente em contexto escolar. Os terapeutas ocupacionais intervêm principalmente com crianças, cujas idades estão compreendidas entre os 6 e os 18 anos. Conclusão: Verifica-se que as metodologias mais utilizadas pelos terapeutas ocupacionais são a atividade lúdica/brincar terapêutico e o reino de atividades da vida diária. A equitação com fins terapêuticos e a hipoterapia representam as metodologias menos utilizadas em contexto escolar, em que cada uma foi selecionada por 10% dos terapeutas.


Texto completo:

PDF (Português)


DOI: https://doi.org/10.4322/0104-4931.ctoAO0695

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br