Implicações das cirurgias de câncer de mama nas atividades profissionais/Breast cancer surgery effect over professional activities

Mirella Dias, Kamilla Zomkowski, Fernanda Alessandra Silva Michels, Fabiana Flores Sperandio

Resumo


Introdução: O câncer de mama representa 25% de todos os tipos de câncer, sendo o de maior incidência na população feminina. Com o avanço dos tratamentos e diagnósticos precoces, as taxas de sobrevida têm aumentado e tal contexto reflete nos afastamentos laborais, tendo em vista que a maioria das mulheres se encontra em idade produtiva. Os principais motivos responsáveis pelos afastamentos do trabalho são as complicações físicas decorrentes do tratamento cirúrgico. Objetivo: Objetivou-se investigar as implicações cirúrgicas do tratamento do câncer de mama na atividade profissional, caracterizar o número de afastamentos laborais e investigar a relação entre o tipo de cirurgia nos afastamentos do trabalho e seus principais motivos. Método: Estudo transversal envolvendo 74 mulheres diagnosticadas com câncer de mama. Para a coleta dos dados, foi utilizada uma entrevista semiestruturada, que abordou as questões clínico-cirúrgicas, os dados sociodemográficos, o comportamento laboral e o tratamento fisioterapêutico. Os dados foram organizados no Microsoft Excel mediante frequências e o teste de qui-quadrado, sendo considerado p ≤ 0,05. Resultados: O lado esquerdo foi o mais acometido pela doença (51%), a cirurgia radical modificada do tipo Madden foi a mais comum (50%) e 93,2% submeteram-se à linfadenectomia axilar. As complicações operatórias mais frequentes foram dor, problemas cicatriciais, alteração da sensibilidade, limitação da ADM, linfedema e seroma. Apenas 58% delas fizeram fisioterapia e 60% afastaram-se das atividades profissionais, 23% abandonaram o trabalho, 26% modificaram as funções do trabalho e 14% se aposentaram por motivo de doença. Conclusão: Este estudo sugere a existência de uma relação direta do tratamento sobre os afastamentos laborais.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.4322/0104-4931.ctoAO0792

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br