Evasão em ambulatório de seguimento do desenvolvimento de pré-termos: taxas e causas/Drop out in a clinic of preterm development follow-up: rates and causes

Mariana Lacerda Gontijo, Ana Amélia Cardoso, Érika da Silva Dittz, Lívia de Castro Magalhães

Resumo


Objetivo: Realizar levantamento da taxa de evasão e investigar suas possíveis causas em programa de acompanhamento do desenvolvimento de recém-nascidos pré-termo. Método: Estudo descritivo, com uso de metodologia quanti-qualitativa, desenvolvido em ambulatório multidisciplinar de acompanhamento de crianças nascidas pré-termo. Foi feito levantamento das evasões ocorridas de janeiro de 2009 a dezembro de 2015. Pais de crianças que se evadiram foram entrevistados sobre o motivo da evasão. Para comparar características dos grupos de crianças de evasão e em seguimento foram usados teste-t (variáveis contínuas) e qui-quadrado (variáveis categóricas), e análise de conteúdo foi usada para os dados obtidos nas entrevistas. Resultados: A taxa global de  evasão ao longo dos sete anos foi de 43,7%, atingindo 60,5% quando se considera apenas as crianças que entraram em 2009. Houve diferenças significativas entre os grupos de evasão e de seguimento em relação à idade e grau de instrução das mães. As entrevistas permitiram identificar motivos para evasão relacionados a aspectos socioeconômicos e à organização do serviço de saúde. Conclusão: Melhor organização do serviço, estabelecimento de rotinas e objetivos compartilhados por toda equipe podem contribuir para manter a adesão ao seguimento. Equipes multidisciplinares de programas de seguimento, como do ACRIAR, devem reconhecer os desafios sociais e familiares enfrentados pela população atendida, sendo importante manter trabalho constante de sensibilização das famílias acerca da necessidade do acompanhamento.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAO1027

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br