Os instrumentos de avaliação de atividade dos membros superiores contemplam as tarefas mais realizadas em domicílio por pessoas com hemiparesia?/The activity assessment instruments of the upper limbs do contemplate the most accomplished tasks at home by people with hemiparesis?

Maíra Caroline de Oliveira, Amanda Magalhães Demartino, Letícia Cardoso Rodrigues, Raquel Pinheiro Gomes, Stella Maris Michaelsen

Resumo


Introdução: Ainda não há consenso sobre a recomendação de instrumentos para avaliação do membro superior (MS) pós-Acidente Vascular Encefálico (AVE). Objetivo: Identificar as tarefas realizadas no domicílio por pessoas pós-AVE e, dentre estas, quais estão contempladas nos instrumentos de avaliação de atividade do MS identificados na literatura. Método: Por observação direta, durante quatro horas no domicílio de 40 participantes (57,2±13,0 anos) com hemiparesia, foram registradas as atividades básicas de vida diária (ABVD) e instrumentais (AIVD), identificando aquelas executadas por maior número de participantes. Resultados: Das 247 tarefas observadas, 70,5% foram relacionadas às AIVD. Na literatura, identificamos seis instrumentos de avaliação da capacidade: Arm Motor Ability Test (AMAT); Action Research Arm Test (ARAT); Chedoke Arm and Hand Activity Inventory (CAHAI); JEBSEN-TAYLOR; Test d’Evaluation des Membres Supérieurs de Personnes Agées (TEMPA) e Wolf Motor Function Test (WMFT), e quatro de desempenho: Motor Activity Log (MAL); Manual Ability Measure (MAM-16 e MAM-36) e ABILHAND. Dentre as 64 tarefas realizadas por um maior número de participantes, o instrumento de capacidade que contemplou maior número destas foi o CAHAI (15%) e de desempenho foi o MAL (33%). Os instrumentos com maior proporção de tarefas observadas em domicílio, em relação ao número total do instrumento, foram o TEMPA (todas as oito) e o MAL (21/30 tarefas). Conclusão: Os instrumentos de desempenho contemplam maior proporção das tarefas observadas em domicílio, entretanto os instrumentos de capacidade avaliam tarefas distintas destas. Recomenda-se a combinação de instrumentos de capacidade e desempenho para avaliação do MS nessa população.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAO1219

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br