A perspectiva dos estudantes sobre a abordagem do suicídio na formação em Terapia Ocupacional/The students´ perspective on suicide approach during Occupational Therapy training

Karine Guedes Ferreira, Monica Villaça Gonçalves

Resumo


Este artigo objetiva analisar a percepção dos estudantes de Terapia Ocupacional de uma Instituição de Ensino Superior (IES) pública sobre a abordagem do suicídio durante a formação. Trata-se de um estudo do tipo qualitativo, com abordagem descritivo-analítica e recorte temporal transversal realizado na cidade do Rio de Janeiro. O suicídio ainda é um tema complexo e que necessita de maior visibilidade. A maioria dos estudantes entrevistados manifestou a concepção de que o suicídio pode ser consequência de transtorno mental ou associado a sofrimento intenso. Relataram não terem tido a abordagem sobre o suicídio nas disciplinas de graduação, apenas de forma indireta, especialmente nas disciplinas de Ética e Oncologia. Apesar disso, fazem colocações pertinentes sobre o tema, e em consonância com o que demonstra a literatura. Repensar a abordagem desse tema na formação de terapeutas ocupacionais é uma questão importante a ser tratada nas universidades brasileiras.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAO1610

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br