Em tempos difíceis, compartilhando boas notícias em meio a muito trabalho...

Roseli Esquerdo Lopes, Daniel Marinho Cezar da Cruz, Ana Paula Serrata Malfitano

Resumo


Em pouco mais de dois anos, foram diversas as notícias em torno dos trabalhos de editoria dos Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional, desde a implantação das editorias associadas, até a própria mudança do nome do periódico, acompanhada da decisão da publicação dos fascículos apenas online (MALFITANO; CRUZ; LOPES, 2017). Dentre as mudanças, destacamos, particularmente, a crescente tentativa de publicação de nossos textos na língua inglesa, o que imprime maiores possibilidades de circulação internacional daquilo que temos produzido. Contudo, tal medida nem sempre ganha o apoio da nossa comunidade de autores, o que é essencial para que possamos caminhar na ampliação da circulação internacional do que vem sendo produzido pela terapia ocupacional no Brasil e, ao mesmo tempo, sermos reconhecidos como um espaço para a divulgação da produção estrangeira na nossa área. 

Em um contexto de redução de recursos financeiros para a edição dos Cadernos, fundamentalmente aqueles que viriam a ser disponibilizados por parte do Sistema COFFITO/CREFITOs, mas também das verbas passíveis de destinação ao periódico no âmbito de um orçamento assolado por restrições na esfera da Educação Superior e da Ciência e Tecnologia, em nosso país, a tarefa de divulgação do conhecimento científico tem se tornado ainda mais difícil (KELLNER, 2017).

A árdua atividade de trabalho para a manutenção de um periódico, em patamares acadêmicos reconhecidos aqui e lá fora, nos coloca o desafio crescente para o aumento da originalidade e da qualidade daquilo que publicamos, da efetivação de sua periodicidade regular e do aumento e da diversificação de nossa comunidade de autores, assessores ad hoc e leitores.

Luta cotidiana e pequenos avanços de sempre em sempre. Tempos de resistir, em muitos sentidos, para aqueles que sabem e valorizam a necessidade da produção, divulgação, ensino e disponibilização de acesso de conhecimentos necessários ao conjunto da sociedade. Realizar esse trabalho nestes tempos difíceis exige apoio, e temos conseguido ações de muitas ordens que têm nos sustentado.

Assim, os retornos dos investimentos na qualificação dos Cadernos têm alimentado o nosso modo de fazer um periódico e dele têm também decorrido boas notícias.

É reconhecido que todo periódico, a fim de garantir a sua permanência, necessita, dentre vários fatores, de uma ampla circulação e acesso; sendo que estar em bases de dados diversas se direciona para essa potencialização (BRAILE; BRANDAU; MONTEIRO, 2007).

Nessa percurso, há cerca de um ano, compartilhamos neste espaço a nossa indexação na Emerging Sources Citation Index - ESCI, base de dados de entrada da Web of Science, com o monitoramento previsto para o período 2017-2019 da Clarivate Analytics, no que tange à manutenção da qualidade já avalizada e, com ela, à possibilidade de integrar plenamente a Web of Science (LOPES; CRUZ; MALFITANO, 2017).

Entre julho e setembro de 2018, recebemos duas outras excelentes notícias.

A primeira delas foi a de termos nossa solicitação de ingresso na SciELO aprovada pelos membros do Comitê Consultivo SciELO Brasil, em sua reunião de julho de 2018. Nessa inclusão, foram apontadas algumas restrições que deverão ser atendidas, quais sejam: - aumentar o número de artigos no idioma inglês e aumentar o número de assessores ad hoc e de autores com afiliação estrangeira. Metas essas já estabelecidas e que vêm sendo perseguidas por nós. Particularmente, a publicação de nossos textos na língua inglesa tem sido crescente, todavia, a adesão daqueles que submetem os seus textos para a publicação, infelizmente, ainda não é total.

A Scientific Electronic Library Online - SciELO é uma biblioteca eletrônica que reúne uma coleção selecionada de periódicos científicos brasileiros, que resultou de uma parceria entre a FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e a BIREME - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde, que depois passou a envolver também o CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Seu objetivo é “[...] o desenvolvimento de uma metodologia comum para a preparação, armazenamento, disseminação e avaliação da produção científica em formato eletrônico” (SCIENTIFIC..., 2018).

Diante do que sabemos significar estar na SciELO Brasil para a qualificação acadêmica do que vem sendo produzido entre nós, é com imensa satisfação que compartilhamos essa notícia com nossos leitores. Ela resultou de nossa persistência em trabalhar nas alterações recomendadas pela SciELO, na ocasião da primeira solicitação de indexação.

A segunda boa notícia foi recebida neste início de setembro e se refere à avaliação feita pela Scopus por meio de Content Selection & Advisory Board (CSAB), com a nossa inclusão na base Scopus.

Como se conhece, a Scopus é uma das maiores base de dados acadêmicos, oferecendo um panorama geral abrangente da produção do mundo da pesquisa nas áreas de ciência, tecnologia, saúde, ciências sociais e humanidades, cuja propriedade é da Elsevier, uma empresa global com sede em Amsterdã, Holanda escritórios em todo o mundo (ELSEVIER, 2018). A Elsevier é a única responsável pela política de seleção de conteúdo da Scopus, sendo que para chegar a uma decisão de aceitar ou rejeitar um título, observa o parecer independente da Scopus Content Selection & Advisory Board (CSAB). Os Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional cumpriram exemplarmente os critérios exigidos pela Scopus/CSAB.

Essa trajetória no último ano nos coloca na maior referência de produtos bibliográficos acadêmicos nacional e, também, em bases estrangeiras altamente relevantes, tornando os Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional o primeiro periódico da área de terapia ocupacional em língua não inglesa a ingressar na Scopus e na Web of Science.

Então, são ou não boas notícias?

Temos a convicção de que são ótimas notícias e compartilhá-las é importante e, sem dúvida, muito necessário nestes tempos tão duros em nosso país e em boa parte do mundo.

Brindemos todos.

São Carlos, inverno/primavera, 2018.

Roseli Esquerdo Lopes

Daniel Marinho Cezar da Cruz

Ana Paula Serrata Malfitano

Editores
Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoED2632

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br