Resumos de Dissertações e Teses: Construindo-se como terapeuta ocupacional: da "pré-história" das concepções sobre o deficiente à possibilidade de ressignificação da deficiência

L.T AKASHI

Resumo


Este é um estudo sobre alunos de terapia ocupacional e seu primeiro contato com o paciente. Partindo de questões relativas a preconceito, estereótipos e estigma, esta pesquisa procurou, de forma sistemática, estudar, através das "bagagens" trazidas pelos alunos, suas atitudes e reações emocionais em relação à pessoa com deficiência, pressupondo-se que algumas delas poderiam interferir no processo de ensino-aprendizagem e, possivelmente, na futura atuação profissional. Assim, o objetivo do estudo foi verificar o que traziam consigo, cultural e emocionalmente, em relação ao paciente e ao seu papel de terapeuta. Para tal foi feita uma pesquisa qualitativa envolvendo 18  participantes, que teve como instrumento de coleta de dados de recursos verbais e não verbais, isto é, foram utilizadas atividades de jogos e modelagens em argila para a representação do que entendiam por paciente e terapeuta, antes e após o contato com aquele. A análise dos dados foi interpretativa, no sentido de procurar os significados que emergiam através  das imagens e das verbalizações sobre as mesmas, tendo sido feita uma leitura coletiva e uma individual de cada participante. Os resultados obtidos desvelam uma rede de significações e mostram o caminhar , de uma certa forma difícil, dos alunos na formação do seu papel profissional. Caminhar que envolve tanto as questões profissionais , em si, como pessoais e sociais, mas numa grande mobilização para fazer o melhor possível, procurando superar as barreiras individuais  também, uma vez que a "bagagem" que cada um traz consigo para a escola tem significados que podem interferir no ensino-aprendizagem, havendo, pois, muito a ser elaborado para um melhor aproveitamento do processo. Para isso, porém, é preciso considerar essa "bagagem" prévia, reconhecendo, entendendo e renomeando o que antes era familiar, numa possível reinterpretação para, então, facilitar a re(encorporação), re(incorporação) de todas essas informações que passarão a constituir, agora sim, um conhecimento.


Texto completo:

Sem título


_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br