Perfil sociodemográfico e participação paterna nos cuidados diários de crianças com microcefalia/Sociodemographic profile and participation in the daily care of children with microcephaly

Tainá Alves Rocha da Cruz, Emanuele Mariano de Souza Santos, Flávia Calheiros da Silva, Monique Carla da Silva Reis, Ângela Cristina Dornelas da Silva

Resumo


Introdução: A família vivencia transformações socioculturais, solicitando mais do homem nos cuidados diários dos filhos com deficiência, pois comumente são as mães que se envolvem nesta tarefa, ocasionando assim uma sobrecarga da mulher nos cuidados com o filho. Objetivo: Verificar a participação paterna no cuidado diário da criança com microcefalia, traçar o perfil sociodemográfico paterno, conhecer as principais atividades desempenhadas pelos pais e analisar a percepção destes na sua participação nos cuidados diários do filho. Método: Estudo quantitativo e qualitativo, ocorrido em três Centros Especializados em Reabilitação na cidade de Maceió, AL, Brasil, com 23 pais de crianças com microcefalia, no período de setembro de 2017 a fevereiro de 2018. Para o componente quantitativo utilizou-se questionário específico e a análise por meio de estatística descritiva. No componente qualitativo utilizou-se entrevista semiestruturada, que foi analisada por meio da Análise de Conteúdo. Resultados: A maioria dos pais reside com a criança, 70% disponibilizam duas horas de seu tempo para cuidado diário do filho, sendo verificado maior engajamento paterno nas atividades de brincar (74%) e participação social (91%). No componente qualitativo, quatro pais participaram da entrevista e três categorias temáticas emergiram: percepção e auto avaliação dos pais em relação à participação nos cuidados diários da criança com microcefalia; fatores associados ao engajamento no cuidado diário; e identificação das atividades desempenhadas pelos pais no cuidado à criança com microcefalia. Conclusão: Os pais se envolvem nos cuidados diários de maneira auxiliar às mães e não como protagonistas. Ressalta-se a necessidade de estratégias que favoreçam a participação dos pais nas dimensões do cuidado à criança com deficiência.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAO1830

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br