A INSTITUCIONALIZAÇÃO DE JOVENS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA MENTAL: DINÂMICA FAMILIAR E MORADIA ASSISTIDA / THE INSTITUTIONALIZATION OF YOUNG PEOPLE WITH MENTAL DISABILITIES: FAMILY DYNAMICS AND ASSISTED HOUSING

Deleon Rodrigo Castro Macedo, SORAYA DINIZ ROSA

Resumo


O presente artigo objetivou investigar a institucionalização de jovens portadores de necessidades especiais e o contexto das moradias assistidas. O estudo foi elaborado em duas etapas: a investigação teórica e a pesquisa de campo. No estudo teórico discutimos a deficiência mental e a institucionalização dos sujeitos, apontamos como as pessoas com necessidades especiais foram consideradas ao longo da história. Num segundo momento apresentamos a revisão teórica a respeito da Moradia Assistida e o papel da pessoa portadora de deficiência no contexto familiar. Na pesquisa de campo selecionamos uma instituição no modelo de Moradia Assistida como local para identificarmos alguns familiares que pudessem contribuir com o nosso estudo. Três famílias participaram desse processo, num total de cinco participantes (dois pais e três mães). Os principais resultados encontrados apontam para as implicações profundas de se ter um filho portador de deficiência mental, confirmando vários estudos que evidenciam o sofrimento dos familiares frente ao nascimento de uma criança com necessidades especiais. Outro elemento de análise apontou para o modelo da Moradia Assistida, instituição que pretende oferecer assistência a essas pessoas e que, na maioria das vezes, se configura como “instituição total” favorecendo a institucionalização e o tratamento moral.


Texto completo:

PDF


_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br