O Programa Bolsa Família e a questão de gênero: Desafios e percepções para a atuação do terapeuta ocupacional/ The “Bolsa Familia” program and the matter of gender: Challenges and perceptions for the role of occupational therapists

Késia Maria Maximiano de Melo, Sandra Aiache Menta, Ana Carolina Correia Serafim

Resumo


Este artigo propõe uma reflexão crítica e se inscreve no campo de análise dos fatores que constroem, naturalizam e reproduzem as desigualdades sociais na estruturação e no desenvolvimento da sociedade brasileira atual. Especificamente, realiza tal desafio através de percepções da manutenção da relação de papéis entre mulheres, partindo das relações existentes entre a questão de gênero, sistema de proteção social e papel de poder. Toma como campo privilegiado para essa reflexão a análise de mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família enquanto locus de desafio de atuação da Terapia Ocupacional, considerando os aspectos históricos e sociais decorrentes do cenário em que essas mulheres se inserem e a consequente fragilidade dos vínculos relacionais. Analisa, também, os objetivos propostos pelo programa e as possíveis contribuições dele para o empoderamento daquelas mulheres, além de pautar-se na recente inserção do terapeuta ocupacional no Sistema Único da Assistência Social – SUAS, legitimando sua prática em tal campo e abrindo possibilidades para a sua atuação nesse sistema.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4322/cto.2014.022

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br