Mobilidade sobre rodas: a percepção de pais de crianças com paralisia cerebral / Wheeled mobility: the perception of parents of children with cerebral palsy

Mariana Volpini, Marina de Brito Brandão, Lívia Álvares Rabelo Pereira, Marisa Cotta Mancini, Marcella Guimarães Assis

Resumo


Crianças com paralisia cerebral (PC) frequentemente utilizam dispositivos de mobilidade como facilitadores
de sua funcionalidade e independência, o que impacta positivamente também na qualidade de vida do cuidador.
Considerando a abordagem da prática centrada na família, os pais assumem papel decisivo em diferentes etapas do
processo terapêutico, norteando diversas ações de profissionais da área da reabilitação na busca, desenvolvimento
e/ou adaptação de equipamentos que atendam às necessidades específicas da clientela interessada. Neste estudo
objetivou-se compreender a percepção dos pais de crianças com PC sobre a utilização da cadeira de rodas no
cotidiano de seus filhos. O presente estudo qualitativo utilizou entrevistas semiestruturadas com 16 pais de crianças
cadeirantes com paralisia cerebral, atendidas na Associação Mineira de Reabilitação. Análise de conteúdo pautou a
categorização de temas que emergiram das entrevistas. Os resultados expressos nas categorias temáticas “O olhar
sobre o uso cotidiano” e “O olhar sobre o equipamento” apontaram características relacionadas aos benefícios do uso
da cadeira de rodas na promoção da participação da criança nos ambientes de casa, escola e comunidade, bem como
diferentes aspectos da cadeira de rodas que favoreceram e dificultaram a sua utilização no dia a dia dessas crianças.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4322/cto.2013.049

_________________________________________________________________

Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional/Brazilian Journal of Occupational Therapy
ISSN: 2526-8910
Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luis, km 235, Caixa Postal 676, Cep 13.565.905, São Carlos - SP, Brazil
Phone: +55(16)3351-8649. E-mail: cadto@ufscar.br