Contributo da intervenção da terapia ocupacional nos Cuidados Paliativos/Contribution of the occupational therapy intervention in Palliative Care

Autores

  • Hugo Miguel Candeias Baltazar Terapeuta Ocupacional na Cruz Vermelha de Tavira
  • Susana Cristina Costa Pestana Instituto Politécnico de Beja Escola Superior de Saúde
  • Maria Raquel Rodrigues Santana Instituto Politécnico de Beja Escola Superior de Saúde

DOI:

https://doi.org/10.4322/0104-4931.ctoAO0692

Resumo

Introdução: Os Cuidados Paliativos (CP) definem-se como uma resposta ativa aos problemas decorrentes da doença prolongada, incurável e progressiva, através da identificação precoce, avaliação, tratamento da dor e outros problemas físicos, psicossociais e espirituais. Estes cuidados não estão suficientemente divulgados e sugere-se a realização e divulgação de mais estudos no âmbito da terapia ocupacional e de outras áreas da saúde. Objetivos: O principal objetivo desta investigação foi verificar o contributo da intervenção da terapia ocupacional nos CP e aprofundar conhecimentos acerca desta intervenção, através da descrição das principais metodologias utilizadas, para uma perceção integral da intervenção realizada nesta área. Método: Trata-se de um Estudo Descritivo simples, transversal e não experimental, desenvolvido em Portugal. Na coleta de dados foi aplicado um questionário autoadministrado pelos terapeutas ocupacionais. A amostra foi constituída por 15 terapeutas ocupacionais com prática clínica nos Cuidados Paliativos. Resultados: Verificou-se que as principais metodologias de intervenção são a Promoção da Relação Terapêutica, Acolhimento, Partilha de Informação, Aconselhamento, Educação, Orientação e Importância do Papel Ativo dos Familiares/Cuidadores em todo o processo, bem como a Importância da Relação Terapêutica, Acolhimento, Avaliação, Educação, Treino, Promoção do Envolvimento nas Atividades Significativas, Adaptação/Graduação e Utilização de Técnicas de Intervenção Específicas com o Cliente. Conclusão: Realça-se a congruência nas respostas obtidas em relação às principais metodologias de intervenção utilizadas pelos terapeutas ocupacionais nos CP. Este estudo busca um meio impulsionador para o contributo da intervenção da terapia ocupacional nesta área em Portugal.

Biografia do Autor

Hugo Miguel Candeias Baltazar, Terapeuta Ocupacional na Cruz Vermelha de Tavira

Licenciado em Terapia Ocupacional pela Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Beja.

Susana Cristina Costa Pestana, Instituto Politécnico de Beja Escola Superior de Saúde

Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Beja

Departamento de Saúde

Licenciada em Terapia Ocupacional

Especialista em Terapia e Reabilitação (área CNAEF 726)

Coordenadora do Curso de Licenciatura em Terapia Ocupacional

Professora Adjunta Convidada do curso de Licenciatura em Terapia Ocupacional

 

Maria Raquel Rodrigues Santana, Instituto Politécnico de Beja Escola Superior de Saúde

Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Beja

Departamento de Saúde

Licenciada em Terapia Ocupacional

Especialista em Terapia e Reabilitação (área CNAEF 726)

Professora Adjunta Convidada do curso de Licenciatura em Terapia Ocupacional

Downloads

Publicado

2016-06-21

Como Citar

Baltazar, H. M. C., Pestana, S. C. C., & Santana, M. R. R. (2016). Contributo da intervenção da terapia ocupacional nos Cuidados Paliativos/Contribution of the occupational therapy intervention in Palliative Care. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 24(2), 261–273. https://doi.org/10.4322/0104-4931.ctoAO0692

Edição

Seção

Artigo Original