Experiência de uma equipe transdisciplinar com servidores em afastamentos por auxílio-doença/Experience of a transdisciplinary team’s work along with servers in sick leave

Autores

  • Camila Caminha Caro Universidade Federal de São Carlos
  • Vagner Augusto Takahashi Arakawa Regime Próprio de Previdência Social do Município de São José do Rio Preto
  • Emanuelli Virginia Betoli de Andrade Instituto Nacional de Previdência Social

DOI:

https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoRE1100

Resumo

Introdução: Ações voltadas a servidores públicos afastados por auxílio-doença em uma perspectiva transdisciplinar se fazem necessárias, todavia são escassos os trabalhos que abordam essa temática no contexto nacional. Objetivo: Este estudo buscou apresentar um panorama geral do trabalho realizado por uma equipe transdisciplinar, composta por terapeuta ocupacional, psicólogo e assistente social, na avaliação, no acompanhamento e na reinserção laboral de servidores públicos estatutários em afastamento por auxílio-doença, de uma cidade de médio porte do interior do Estado de São Paulo. Método: Este trabalho consiste em um relato de experiência das ações desenvolvidas pela equipe transdisciplinar, a partir de um estudo documental de 326 processos de auxílio-doença de servidores atendidos pela equipe, com afastamentos entre março de 2014 e janeiro de 2017. Para tanto, foram apresentados enquanto qualificadores da experiência os dados relativos ao perfil do público atendido, aos afastamentos e aos desfechos dos casos após as intervenções da equipe transdisciplinar. Resultados: Observou-se uma redução geral do número de afastamentos na autarquia, sobretudo aqueles caracterizados por períodos crônicos, após ações de reinserção laboral por meio de condições adequadas, bem como prevenção da cronificação de novos casos por meio de intervenções precoces da equipe transdisciplinar e de parcerias intersetoriais. Conclusão: O artigo traz reflexões sobre a importância de um trabalho transdisciplinar voltado aos servidores em auxílio-doença, tanto na avaliação holística da funcionalidade e da incapacidade quanto na preparação para a reinserção laboral, por intermédio de condições de trabalho compatíveis com a funcionalidade dos servidores.

Biografia do Autor

Camila Caminha Caro, Universidade Federal de São Carlos

Graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal de São Carlos, Especialista em Neurociências e Reabilitação pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Mestra e Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos e analista previdenciário do Regime Próprio de Previdência Social do Município de São José do Rio Preto.

Vagner Augusto Takahashi Arakawa, Regime Próprio de Previdência Social do Município de São José do Rio Preto

Graduado em Psicologia pela Universidade Federal de São Carlos e analista previdenciário/psicólogo do Regime Próprio de Previdência Social do Município de São José do Rio Preto.

Emanuelli Virginia Betoli de Andrade, Instituto Nacional de Previdência Social

Graduada em Serviço Social pela Universidade Paulista e analista previdenciário/Assistente Social do Instituto Nacional de Previdência Social de São José do Rio Preto.

Publicado

2018-03-28

Como Citar

Caro, C. C., Arakawa, V. A. T., & Betoli de Andrade, E. V. (2018). Experiência de uma equipe transdisciplinar com servidores em afastamentos por auxílio-doença/Experience of a transdisciplinary team’s work along with servers in sick leave. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 26(1), 225–240. https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoRE1100

Edição

Seção

Relato de Experiência ou Estudo de Caso