Participação social em terapia ocupacional: sobre o que estamos falando?/Social participation in occupational therapy: what are we talking about?

Autores

  • Ana Cristina Cardoso Silva Universidade Federal de São Carlos
  • Fátima Correa Oliver Universidade de São Paulo e Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAR1883

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de revisão sistemática, que visou investigar como pesquisadoras da terapia ocupacional brasileira conceituam participação social e quais referenciais teóricos são utilizados ou produzidos na área para discutir sobre esse conceito. A revisão constituiu-se de busca pelas produções bibliográficas de terapeutas ocupacionais brasileiros disponíveis online em periódicos da área, na LILACS e SciELO. Foram identificados 481 artigos e, a partir da leitura exploratória e seletiva, considerou-se 31 artigos para análise descritiva, crítica e interpretativa, que tratam de pesquisas exploratórias e estudos de reflexão/ensaio e de caso, relatos de experiência e revisão bibliográfica. As pesquisadoras apresentaram pluralidade na definição e entendimento sobre a participação social, todavia ainda há pouca clareza sobre essas diferentes formas de abordar o conceito, o que pode ser justificado pela inexistência ou escassez de melhor fundamentação teórica-conceitual. Outros termos, como: “participação”; “participação sociocultural”; “participação comunitária” e “participação política” foram utilizados como sinônimos de participação social. Essa variação no uso dos termos também decorreu dos diferentes campos de atuação nos quais os estudos foram realizados e dos referenciais teóricos utilizados. Alguns artigos não definiram participação social, mesmo que o conceito tenha sido objeto de investigação e/ou de análise. Todavia, empregaram referências que ajudam a compreender como seus autores entendem a participação social. Assim como em outros campos de conhecimento, a terapia ocupacional apresenta uma multiplicidade de definições ou noções do conceito que é influenciada por diferentes ciências e disciplinas, o que também revela consensos e divergências.

Biografia do Autor

Ana Cristina Cardoso Silva, Universidade Federal de São Carlos

Mestre e doutoranda em terapia ocupacional no Programa de Pós-graduação em Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, São Paulo, SP, Brasil.

Fátima Correa Oliver, Universidade de São Paulo e Universidade Federal de São Carlos

Professora Doutora, docente no Departamento de Fisioterapia Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP e do Programa de Pós-graduação em Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, São Paulo, SP, Brasil.

Publicado

2019-12-10

Como Citar

Silva, A. C. C., & Oliver, F. C. (2019). Participação social em terapia ocupacional: sobre o que estamos falando?/Social participation in occupational therapy: what are we talking about?. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 27(4), 858–872. https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAR1883

Edição

Seção

Artigo de Revisão e/ou Atualização de Literatura