Ação e formação da terapia ocupacional social com os jovens na escola pública

Autores

Resumo

Tomando o pioneirismo do METUIA/UFSCar no cenário brasileiro quanto a proposições terapêutico-ocupacionais para a escola pública e às demandas advindas da questão social, esta pesquisa buscou compreender o que foi produzido pelo grupo em termos de ação e formação em terapia ocupacional social em escolas públicas, com foco na juventude popular urbana, num período compreendido entre 1998 e 2017. Para tanto, foram realizadas entrevistas com 10 terapeutas ocupacionais que atuaram pelo METUIA/UFSCar, um encontro coletivo com essas profissionais para discutir a temática, a aplicação de questionários com exestudantes de graduação que passaram por estágio profissionalizante junto ao METUIA/UFSCar e entrevista individual com setes deles. As análises dos resultados indicam uma proposta de formação que, de um lado, vem sensibilizando terapeutas ocupacionais para o trabalho com a juventude pobre, apreendendo a centralidade da escola pública para ela e, de outro, produzindo ações que buscam a ressignificação da escola e do seu espaço, com produção de sentido e pertencimento, que possam contribuir para o desejo de permanência e/ou retorno aos estudos desses jovens. Pontua-se a incorporação de seus referenciais teóricos e metodológicos nas experiências de trabalho daqueles que passaram pelo grupo, terapeutas ocupacionais e alunos egressos, assim como a inspiração para produções semelhantes em outras universidades do país. Conclui-se pela relevância do que vem sendo feito pelo METUIA/UFSCar, especialmente naquilo que é a formação de terapeutas ocupacionais e práticas que se voltem para demandas relacionadas à desigualdade social, que ainda é uma marca da Educação Básica no Brasil.

Publicado

2022-02-19

Como Citar

Pan, L. C., & Lopes, R. E. (2022). Ação e formação da terapia ocupacional social com os jovens na escola pública. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 30, e2810. Recuperado de https://www.cadernosdeterapiaocupacional.ufscar.br/index.php/cadernos/article/view/2810

Edição

Seção

Artigo Original