Saúde mental e cotidiano dos estudantes de terapia ocupacional frente à Covid-19: possíveis impactos e repercussões

Autores

Resumo

A presente pesquisa teve como objetivo identificar os impactos na saúde mental e no cotidiano dos estudantes do curso de graduação em terapia ocupacional de uma universidade pública federal frente ao cenário de enfrentamento da COVID-19. Trata-se de um estudo exploratório e descritivo, de abordagem quantiqualitativa. Para coleta de dados, utilizou-se um questionário semiestruturado organizado no Google Formulários®. Participaram do estudo 53 graduandos do primeiro ao último ano do curso. Os resultados apontam que 94% dos participantes são do gênero feminino, com idade entre 20 e 25 anos (78%). Antes da pandemia, os estudantes realizavam uma vasta gama de atividades semanais, sendo que 68% não apresentavam questões prévias de saúde mental ou não apresentavam dificuldades que impactavam a sua vida de forma significativa. Com o advento da pandemia e suas consequências, o estudo apontou que 94% dos participantes observaram sua saúde mental impactada e, desses, 92% sinalizaram a ansiedade como a manifestação mais recorrente. Verificou-se ainda que praticamente todas as atividades que compunham o cotidiano dos estudantes antes da pandemia da COVID-19 foram alteradas de alguma maneira, sendo a categoria socialização a segunda mais citada. Diante do cenário atual de permanência da pandemia há mais de um ano, importa investigar como e quais estratégias de enfrentamento os estudantes, mas também a população geral, têm adotado para lidar com os persistentes e permanentes desafios. Assim, aponta-se para a necessidade e importância de se investir em pesquisas que aprofundem a compreensão desses impactos e das possíveis estratégias de enfrentamento adotadas.

Publicado

2022-04-29

Como Citar

Morato, G. G., Fernandes, A. D. S. A., & Santos, A. P. N. dos. (2022). Saúde mental e cotidiano dos estudantes de terapia ocupacional frente à Covid-19: possíveis impactos e repercussões. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 30, e3035. Recuperado de https://www.cadernosdeterapiaocupacional.ufscar.br/index.php/cadernos/article/view/3035

Edição

Seção

Artigo Original