Desenvolvimento de uma proposta de educação informada por evidências para terapeutas ocupacionais para cuidados paliativos e cuidado no fim de vida: promovendo a justiça ocupacional

Autores

Resumo

Introdução: A morte é inevitável, mas os hospitais e serviços de saúde continuam concentrados na manutenção da vida, apesar das pessoas apresentarem declínios relacionados a doenças limitantes da vida. A injustiça social e ocupacional são comuns para as pessoas que recebem cuidados paliativos ou estão no fim de vida, pois experimentam um aumento do desengajamento e desempoderamento ocupacional. Foi identificada uma lacuna em um hospital metropolitano australiano, no departamento de terapia ocupacional, em relação às habilidades clínicas, conhecimento e confiança no trabalho. Objetivo: Descrever o desenvolvimento de uma proposta de educação informada por evidências, projetada para apoiar terapeutas ocupacionais para fornecer a melhor qualidade possível de atendimento e promover a justiça ocupacional em cuidados paliativos ou no fim da vida. Método: Consulta com pessoas chave e uma revisão dos recursos existentes, incluindo uma auditoria de habilidades, para identificar a prática atual. Uma revisão da literatura profissional e cinzenta foi concluída, e uma avaliação comparativa com organizações semelhantes forneceu uma perspectiva mais ampla sobre a prática australiana atual. Foi também avaliada uma revisão de recursos educacionais disponíveis. Resultados: A coleta de dados confirmou que a promoção da justiça ocupacional em cuidados paliativos ou cuidados no fim de vida era pouco reconhecida no serviço de saúde. A avaliação comparativa identificou uma variação significativa nas práticas educacionais em serviços de saúde australianos. A estrutura e o conteúdo de uma sessão de educação clínica presencial foram formulados usando evidências da revisão da literatura e recursos relevantes disponíveis. Há planos de transferir esta proposta educacional para uma plataforma de e-learning com avaliação integrada, permitindo que o conteúdo permaneça atualizado. Conclusão: Os terapeutas ocupacionais podem promover justiça ocupacional e social para pessoas que necessitam de cuidados paliativos ou cuidado no fim de vida, mas requerem formação adicional focada na ocupação para otimizar sua prática nesta área.

Downloads

Publicado

2022-06-21

Como Citar

Kessner, K., & Hitch, D. (2022). Desenvolvimento de uma proposta de educação informada por evidências para terapeutas ocupacionais para cuidados paliativos e cuidado no fim de vida: promovendo a justiça ocupacional. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 30(spe), e3117. Recuperado de https://www.cadernosdeterapiaocupacional.ufscar.br/index.php/cadernos/article/view/3117

Edição

Seção

Relato de Experiência ou Estudo de Caso