Desafios da terapia ocupacional em saúde mental: reflexões a partir de uma experiência docente

Autores

Resumo

Refletir a terapia ocupacional em saúde mental desde a prática docente, com enfoque qualitativo e crítico, permite identificar desafios profissionais nos contextos habituais das pessoas e coletivos. Priorizar o contexto clínico para o atendimento condicionou a integralidade e continuidade dos processos. A terapia ocupacional em saúde mental deve transitar também pelos contextos habituais, nos quais as pessoas participam de ocupações. Este artigo aborda reflexões desde a prática docente sobre os desafios da terapia ocupacional na atenção integral em saúde mental. Essas reflexões são baseadas no uso de técnicas de análise qualitativa utilizadas por docentes da área psicossocial, entre 2013 e 2020, entre os quais se inclui a revisão e análise documental do marco normativo e conceitual, diários de campo, documentos de sistematização de experiências, observação participante em espaços acadêmicos de discussão. Observa-se que a terapia ocupacional em saúde mental na Colômbia tem sido estruturada principalmente em contextos clínicos, com enfoque resolutivo. Frequentemente dá resposta a necessidades individuais relacionadas com a sintomatologia associada aos transtornos prevalentes; esta institucionalização das práticas limita a continuidade dos processos. É necessário realizar uma aproximação a reflexões que vêm se dando, nas quais se reconhece o terapeuta ocupacional como o profissional que promove a análise, a interação entre sistemas, contextos, pessoas, populações e ocupações; perspectiva que permitiria responder a abordagens atuais de política de atenção integral e inclusão social. A profissão deve contemplar a abordagem de necessidades ocupacionais subjetivas nos contextos habituais, redimensionando o uso da ocupação como ferramenta para a autonomia e inclusão social.

Publicado

2022-10-03

Como Citar

Osorio, D. M. R., & Montaño, J. A. M. (2022). Desafios da terapia ocupacional em saúde mental: reflexões a partir de uma experiência docente. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 30, e3222. Recuperado de https://www.cadernosdeterapiaocupacional.ufscar.br/index.php/cadernos/article/view/3222

Edição

Seção

Artigo de Reflexão ou Ensaio