O uso da Avaliação do Brincar de Faz de Conta Iniciado pela Criança – ChIPPA: uma revisão de escopo

Autores

Resumo

Introdução: O brincar é uma importante ocupação infantil e sua avaliação deve fazer parte do processo terapêutico para analisar o desempenho ocupacional da criança e planejar intervenções embasadas nessa ocupação. A Avaliação do Brincar de Faz de Conta Iniciado pela Criança (ChIPPA) já foi traduzida, adaptada transculturalmente e validada para a população brasileira. Objetivo: Realizar uma revisão do escopo sobre a ChIPPA e identificar como tem sido descrita e abordada na literatura nacional e internacional. Método: Entre janeiro e junho de 2021, foi realizada a busca dos artigos nas bases de dados PubMed, Scopus, BVS, ERIC, CINAHL, Web of Science e PsycInfo, usando estratégias de busca com diferentes sintaxes de acordo com o método de cada base: Chippa OR “Child-Initiated Pretend Play Assessment”, ChIPPA OR “Child-Initiated Pretend Play Assessment” OR “Avaliação do faz de conta iniciado pela criança”, Chippa OR “Child-Initiated Pretend Play Assessment” AND Publication Type: Journal. Resultados: Foram localizados 25 artigos, entre 2000 e 2021, envolvendo 971 crianças entre 3 e 12 anos de idade, com desenvolvimento típico e atípico, desenvolvidos em estudos analíticos observacionais (transversais e de coorte) e experimentais; metodológicos (validação do instrumento e de adaptação cultural de instrumento); e descritivos. Conclusão: A ChiPPA tem sido descrita na literatura como uma avaliação que permite correlacionar o faz de conta e as habilidades verbais, sociais, acadêmicas e de processamento sensorial de préescolares. É uma medida de desfecho eficaz, válida e confiável, permitindo avaliar crianças típicas e atípicas em diferentes contextos e países, inclusive no Brasil.

Publicado

2022-08-29

Como Citar

Lucisano, R. V., Pfeifer, L. I., & Stagnitti, K. (2022). O uso da Avaliação do Brincar de Faz de Conta Iniciado pela Criança – ChIPPA: uma revisão de escopo. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 30, e3260. Recuperado de https://www.cadernosdeterapiaocupacional.ufscar.br/index.php/cadernos/article/view/3260

Edição

Seção

Artigo de Revisão e/ou Atualização de Literatura