Narrativas de mulheres de meia-idade: reflexões sobre estereótipos de gênero na construção do corpo e nas escolhas ocupacionais

Autores

Resumo

Introdução: Estudos na perspectiva de gênero e estudos feministas são ainda emergentes na Ciência da Ocupação. Partindo do pressuposto de que vivemos em uma sociedade patriarcal, esta pesquisa resgata a narrativa de mulheres chilenas de meia-idade da região de Los Ríos, com o objetivo de tornar visível como elas construíram suas vidas com base nos estereótipos de gênero que determinaram suas escolhas ocupacionais em função das necessidades dos homens, sob uma compreensão tradicional do binário feminino-masculino. Objetivo: Reconhecer e compreender a relação emergente entre estereótipos de gênero, construção corporal e escolhas ocupacionais. Método: A partir de uma postura feminista pós-estruturalista, são realizadas entrevistas com abordagem narrativa com uma amostra intencional de oito mulheres. A análise do discurso, como ferramenta metodológica, foi utilizada para apresentar a trajetória de vida e experiências das mulheres em relação ao gênero, ao corpo e às escolhas ocupacionais. Resultados: Da pesquisa emergiram cinco categorias que refletem a existência de estereótipos de gênero na construção dos corpos femininos, que estão impregnados na identidade e nas escolhas ocupacionais ao longo de suas vidas. Conclusão: As narrativas das mulheres mostram a existência de uma relação dinâmica emergente entre a construção do corpo, estereótipos de gênero e escolhas ocupacionais, onde estereótipos e os fazeres se conjugam, gerando uma construção do conceito de mulher em um contexto sócio-histórico que define padrões e escolhas ocupacionais que irão replicar os estereótipos de gênero.

Publicado

2022-11-09

Como Citar

Olivares-Aising, D., Boettcher-Jeldres, M., Muñoz-Sepúlveda, C., Obando-Obando, C., & Oliva-Esparza, T. (2022). Narrativas de mulheres de meia-idade: reflexões sobre estereótipos de gênero na construção do corpo e nas escolhas ocupacionais. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 30, e3277. Recuperado de https://www.cadernosdeterapiaocupacional.ufscar.br/index.php/cadernos/article/view/3277

Edição

Seção

Artigo Original