Intervenções da terapia ocupacional para adultos com dificuldades de aprendizagem: avaliando os encaminhamentos recebidos antes e durante o pico da pandemia pelo COVID-19

Autores

Resumo

Introdução: A pandemia de COVID-19 impactou significativamente na prestação de serviços para adultos com dificuldades de aprendizagem, resultando em atividades ocupacionais, rotina e contato social reduzidos. Objetivo: Analisar os encaminhamentos recebidos para intervenção de terapia ocupacional para adultos com dificuldades de aprendizagem pré-COVID-19 (2019) e durante a COVID-19 (2020). Método: Estudo descritivo realizado como avaliação de serviço com uma equipe de eficácia clínica do Serviço Nacional de Saúde, em uma cidade do norte da Inglaterra, Reino Unido. A fonte de dados foi obtida a partir da documentação de encaminhamentos. Os dados quantitativos e qualitativos foram extraídos de uma plataforma de dados e analisados descritivamente em média, mediana, moda e desvio padrão, por meio do Software Microsoft Excel. Resultados: O número total de casos utilizados nesta avaliação foi de duzentos e setenta e quatro (n=274). Identificou-se que houve um aumento de encaminhamentos durante a pandemia de COVID-19, sendo o maior para a intervenção de terapia ocupacional com foco no engajamento em ocupação significativa. Nos dois anos, os encaminhamentos predominantes foram para revisões de equipamentos. Conclusão: Os dados coletados capturam uma ampla gama de informações sobre a prestação de serviços de terapia ocupacional pré e durante a pandemia de COVID-19. Tais informações subsidiam considerações futuras sobre os serviços de terapia ocupacional para adultos com dificuldades de aprendizagem.

Downloads

Publicado

2022-08-29

Como Citar

Haythorne, R., Cezar da Cruz, D., & Turner, H. . (2022). Intervenções da terapia ocupacional para adultos com dificuldades de aprendizagem: avaliando os encaminhamentos recebidos antes e durante o pico da pandemia pelo COVID-19. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 30, e3308. Recuperado de https://www.cadernosdeterapiaocupacional.ufscar.br/index.php/cadernos/article/view/3308

Edição

Seção

Artigo Original