Economia Solidária, Saúde Mental e a prática do terapeuta ocupacional: relatos de participantes de um grupo de geração de trabalho e renda/Solidarity Economy, Mental Health and the practice of occupational therapists: reports of participants of a group to

Autores

  • Luís Felipe Ferro Universidade Federal do Paraná
  • Mônica de Macedo Universidade Federal do Paraná
  • Morgana Bardemaker Loureiro Hospital das Clínicas

DOI:

https://doi.org/10.4322/0104-4931.ctoAO500

Resumo

O reposicionamento da atenção em Saúde Mental no Brasil propõe suporte ao usuário em diversos equipamentos territoriais. A inclusão no trabalho vem sendo discutida na política pública de saúde mental, sendo notável a proliferação de grupos de geração de trabalho e renda (GGTR) e cooperativas. Buscou-se aqui explorar potencialidades e dificuldades de um GGTR que produz bolsas a partir de banners, fundamentado nos pressupostos da Economia Solidária (ES), fruto de parceria entre o Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Paraná e a Associação Arnaldo Gilberti. Como método, realizaram-se reflexões advindas do relato crítico da experiência própria de participação por três anos junto a um GGTR, apoiadas em argumentações que tomam como base a realização de pesquisa de campo exploratória, qualitativa. A coleta de dados utilizou entrevistas não estruturadas focalizadas, com participação de oito sujeitos frequentadores do GGTR há pelo menos seis meses. A análise de dados constituiu-se de exame, categorização, tabulação e recombinação das evidências, utilizando-se análise hermenêutica dialética. A partir daí compuseram-se quatro categorias: Economia Solidária, inclusão social e autogestão: Aberturas na percepção dos usuários; Pragmática do GGTR em Saúde Mental: Estratégias para o fortalecimento da iniciativa; Geração de trabalho e renda: Entre encaminhamentos e a estruturação concisa de Projetos Terapêuticos Singulares; Economia Solidária e o GGTR: Entre fortalecimento e ideologia. Os resultados desta investigação apontam a necessidade de ações de diversas ordens para fazer de conceitos como inclusão social e solidariedade pragmáticas cotidianas.

Biografia do Autor

Luís Felipe Ferro, Universidade Federal do Paraná

Docente vinculado ao departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Paraná - UFPR - área de Saúde Mental

Mônica de Macedo, Universidade Federal do Paraná

Docente vinculado ao departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Paraná - UFPR - área de Saúde Mental

Morgana Bardemaker Loureiro, Hospital das Clínicas

Terapeuta Ocupacional, Residente do Programa de Oncologia e Hematologia – Residência Integrada Multiprofissional em Atenção Hospitalar – Hospital das Clínicas - UFPR. 

Downloads

Publicado

2015-03-30

Como Citar

Ferro, L. F., de Macedo, M., & Loureiro, M. B. (2015). Economia Solidária, Saúde Mental e a prática do terapeuta ocupacional: relatos de participantes de um grupo de geração de trabalho e renda/Solidarity Economy, Mental Health and the practice of occupational therapists: reports of participants of a group to. Cadernos Brasileiros De Terapia Ocupacional, 23(1), 101–116. https://doi.org/10.4322/0104-4931.ctoAO500

Edição

Seção

Artigo Original